Departamento de Física

Cristiana Schmidt de Magalhães

Possui graduação em Física pela Universidade Estadual de Campinas (1991), mestrado em Física pela Universidade Estadual de Campinas (1994) e doutorado em Ciências (área de concentração Química Analítica) pela Universidade Estadual de Campinas (2008) e especialização em Biossensores pela Universidade Federal de São Carlos (2000), especialização em Curso Prático Em Preparo de Amostras pela Universidade Federal de São Carlos (2000). Atualmente é Professora Associada da Universidade Federal de Alfenas. Atuando principalmente nos seguintes temas: preparo de amostras, biossensores, metaloproteínas, ensino de Física no Ensino Fundamental e Ensino Médio. Atualmente é vice-coordenadora e docente permanente do Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física - MNPEF - P28 UNIFAL-MG. (Texto informado pelo autor)

  • http://lattes.cnpq.br/1140012060761818 (24/01/2022)
  • Rótulo/Grupo:
  • Bolsa CNPq:
  • Período de análise:
  • Endereço: Universidade Federal de Alfenas, Departamento de Ciências Exatas. Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700 Centro 37130000 - Alfenas, MG - Brasil Telefone: (35) 37011967 URL da Homepage: http://www.unifal-mg.br
  • Grande área: Ciências Exatas e da Terra
  • Área: Química
  • Citações: Google Acadêmico

Produção bibliográfica

Produção técnica

Produção artística

Orientações em andamento

Supervisões e orientações concluídas

Projetos de pesquisa

Prêmios e títulos

Participação em eventos

Organização de eventos

Lista de colaborações


Produção bibliográfica

Produção técnica

Produção artística

Orientações em andamento

Supervisões e orientações concluídas

Projetos de pesquisa

  • Total de projetos de pesquisa (21)
    1. 2019-Atual. CRIAÇÃO E APLICAÇÃO DE SEQUÊNCIA DIDÁTICA COM GAMIFICAÇÃO PARA O ESTUDO DE LANÇAMENTO DE PROJÉTEIS NO ENSINO MÉDIO
      Descrição: O presente projeto tem como título ? Criação e aplicação de Sequencia didática com gamificação para o estudo de lançamento de projéteis no Ensino Médio?.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Coordenador / Salomão Megda Marinho - Integrante.
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    2. 2019-Atual. CONSTRUÇÃO DE UM BIOSSENSOR EM PAPEL COM LEITURA POTENCIOMÉTRICA
      Descrição: Desde 1962, os biossensores vêm sendo empregados em diversas finalidades1. Os biossensores apresentam uma série de vantagens, como a simplicidade de manutenção, boa sensibilidade e resultam em bons resultados, em termos de precisão e exatidão2. Além disso, os sensores construídos com eletrodos de papel apresentam uma facilidade operacional e podem ser descartados3,4. O objetivo do presente trabalho é a construção de um biossensor potenciométrico em papel com a enzima polifenol oxidase (PFO), a partir do inhame (Colocasia sp.) para determinação de pirogalol. Determinou-se a atividade enzimática da PFO do extrato bruto do inhame para valores de pH de 6 a 8, por técnicas espectrofotométricas5,6 e observou-se um maior valor de atividade em pH 8. Também, através do método de Bradford7 foi possível determinar a concentração de proteínas totais no extrato bruto e encontrou-se a concentração igual a 1654 µg/mL de proteínas totais. Os biossensores foram construídos em papel vegetal, com uma pintura de ?tinta? com KCl, seguida de outra camada de ?tinta? com AgNO3. Foram estudadas várias geometrias e escolhida uma que atendeu às necessidades de bom contato elétrico com adequado volume de pasta de carbono enzimático (composta com grafite, gelatina e extrato enzimático). Os volumes de pasta de carbono enzimática estudados foram de 15, 20, 30 e 40 µL. As medidas de diferença de potencial foram feitas para cada volume de pasta e observou-se que para os biossensores com 40 µL obteve-se uma maior diferença de potencial. Determinou-se alguns parâmetros analíticos como o limite de detecção igual a 9,33x10-6 molL-1, intervalo linear de 9,33x10-6 a 8,91x10-2 molL-1 e precisão, que apresentou coeficiente de variação sempre inferior a 16%.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (1) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Coordenador / Pedro Orival Luccas - Integrante / Rayane CristinaVieira Costa - Integrante.
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    3. 2017-2019. CRIAÇÃO E APLICAÇÃO DE UMA SEQUÊNCIA DIDÁTICA UTILIZANDO ROBÓTICA EDUCACIONAL E GAMIFICAÇÃO EMPREGANDO O KIT EV3 LEGO
      Descrição: Atualmente muitas escolas possuem em suas grades curriculares o uso da Robótica educacional como ferramenta motivadora e complementar ao Ensino de Matemática e de Ciências Naturais, visando reproduzir fenômenos presenciados em situações cotidianas. Contudo, no Ensino de Física, há uma tendência de haver estratégias metodológicas tradicionais, necessitando de mais estudos em relação a possíveis abordagens de Ensino e de aprendizagem que se traduz em maior interesse pelos alunos. Dessa maneira, o objetivo deste trabalho foi o de avaliar as contribuições e as limitações da interação entre a Robótica Educacional e a Gamificação na proposição de uma sequência didática voltada ao Ensino de Física utilizando o kit Educacional Lego Mindstorms EV3.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Coordenador / Marcos FabrícioCampos Tavares - Integrante. Número de orientações: 1
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    4. 2016-Atual. EMPREGO DE NANOTUBOS DE CARBONO DE ACESSO RESTRITO, POR MEIO DE RECOBRIMENTO COM ALBUMINA, (RACNT-BSA) NA DETERMINAÇÃO DE IODO EM URINA
      Descrição: Este trabalho tem por objetivo de aplicar o RACNT-BSA na extração e pré concentração de iodeto presente em amostra de urina, para posterior determinação empregando técnicas titulométricas e/ou espectrofotométricas. Também, para melhor entendimento dos processos de interação entre a BSA e CNT, o material adsorvente, será caracterizado por espectroscopia de infravermelho por transformada de Fourier (FTIR), análise termogravimétrica (TG/DTG), Difração de raio X de pó (DRX), microscopia eletrônica de varredura (MEV), microscopia eletrônica de transmissão (MET) e determinação do ponto de carga zero (PCZ). Por fim, será proposto um sistema de Análise por Injeção em Fluxo com detecção espectrofotométrica contendo mini-coluna com RACNT-BSA para a determinação de iodeto em amostras de urina.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Doutorado: (1) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Integrante / Pedro Orival Luccas - Coordenador / Raphael Antônio Borges Gomes - Integrante.
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    5. 2015-2017. CONSTRUÇÃO DE UM BIOSSENSOR POTENCIOMÉTRICO IMPRESSO PARA DETERMINAÇÃO DE ADRENALINA
      Descrição: A adrenalina é liberada no sangue pelo sistema nervoso simpático e pela medula supra renal, tem grande importância para organismos agindo desde o prolongamento do efeito dos anestésicos locais até sua atuação no coração, podendo restaurar os batimentos cardíacos no caso de uma parada cardíaca. Dessa maneira, ela se apresenta como importante tema de estudo. Por outro lado, os biossensores impressos em papel, por se tratarem de uma técnica relativamente simples, de baixo custo e de fácil acesso, também apresentam grande potencial como ferramenta de química analítica. Esses utilizam uma enzima que pode catalisar uma oxidação ou redução do analito e gerar um sinal proporcional à concentração do mesmo. Como elemento biológico, do biossensor, foi utilizado a enzima Polifenoloxidase. Portanto, neste trabalho foi construído um biossensor potenciométrico para determinações de adrenalina. O eletrodo de referência foi impresso em papel vegetal (Filipinho®) utilizando impressora jato de tinta (Hp 2050®) com os cartuchos de tintas originais, cuja tinta foi modificadas com Cloreto de Potássio, e Nitrato de Prata. O eletrodo indicador foi construído a partir da impressão da parte condutora, isto é, tinta com KCl, e posterior imobilização da enzima em forma de pasta contendo, grafite e gelatina comercial (Dr. Oetker®). A enzima foi extraída com tampão fosfato (pH =7,0) do inhame (colocasia sp.). Foram realizados testes para descobrir qual a melhor composição da pasta utilizada na construção do biossensor. A melhor composição foi de 1000 µL de Extrato Bruto Enzimático (EBE) com 500 µL de gelatina e 0,330 g de pó de grafite. O equipamento portátil, para as medidas potenciométricas consiste de uma interface computacional (Arduino Duo®) que possui entradas analógicas com resolução de 12 bits. Para ajuste de impedância de entrada construiu-se um circuito (Op-Amp CI OP07 , Analog Devices®) do tipo buffer. A comunicação com o usuário foi feita através de um programa desenvolvido em linguagem visual Basic®, a interface foi conectada ao computador através da porta USB. Empregando soluções de Adrenalina em tampão fosfato (pH = 7,0). Foi calculado o Limite de Detecção (LD = 2,15 x 10-4mol L-1) e a faixa de resposta linear foi de 5x 10-2 a 5x10-4 mol L-1. A exatidão foi checada comparando com método titulométrico e houve concordância entre os resultados a um nível de 95 % (teste-t pareado) O sistema foi aplicado para a determinação de adrenalina em medicamentos injetáveis e os resultados foram satisfatório a precisão expressa em coeficiente de variação foi sempre inferior a 22%.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Integrante / Pedro Orival Luccas - Coordenador / Andressa Cristina Vasques de Oliveira - Integrante. Número de produções C, T & A: 1
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    6. 2014-2018. O ENSINO DE FÍSICA POR INVESTIGAÇÃO NO ENSINO DE CIÊNCIAS NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL I: UMA APLICAÇÃO NO ENSINO DOS SENTIDOS DA VISÃO, AUDIÇÃO E TATO
      Descrição: Tem como tema central propor a aplicação do ensino de física por investigação no ensino de ciências nos anos iniciais do Ensino Fundamental I. O objetivo desse estudo foi mostrar que o processo de aprendizagem dos fenômenos físicos é possível de ser realizado por meio de experimentos simples e de baixo custo, construídos para aliarem-se ao conteúdo de Ciências, já ministrado aos alunos nessas séries e, portanto, para que eles tenham a oportunidade de vivenciarem a exploração dos sentidos ? visão, audição e tato, concatenando o conhecimento teórico que recebem na sala de aula com a experimentação e suas vivências.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Coordenador / Julbert Ferre de Moraes - Integrante. Número de produções C, T & A: 1
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    7. 2014-2016. LABORATÓRIOS DE ÓPTICA PARA ALUNOS DO ENSINO MÉDIO DAS ESCOLAS PÚBLICAS: MONTAGEM E AVALIAÇÃO DE APRENDIZAGEM
      Descrição: O presente trabalho versa sobre a importância das aulas práticas para que o conteúdo de óptica geométrica seja mais bem assimilado e compreendido pelos alunos do ensino médio das escolas públicas e, com este despertar que gradualmente ocorra, aumente-se o interesse pelas aulas citadas acima. Portanto, os objetivos deste trabalho visam propor mudanças, na metodologia tradicional do ensino atual da Física em Minas Gerais e desenvolver a curiosidade e o senso crítico do aluno para que compreenda e aprenda com mais facilidade o conteúdo ministrado. O presente trabalho foi desenvolvido com alunos da segunda série do Ensino Médio regular da Escola Estadual São Sebastião da cidade de Cruzília - MG. Verifica-se com este que as atividades no laboratório alcançaram os objetivos propostos. Conclui-se, portanto que a utilização de laboratórios de física, é excelente recurso para que os alunos possam compreender melhor o assunto ?óptica?, a partir de uma aprendizagem mais efetiva.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (1) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Coordenador / Jean Louis Landim Vilela - Integrante. Número de produções C, T & A: 1
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    8. 2014-2016. Avaliação de nanotubos de carbono de acesso restrito na obtenção e determinação de Apoproteínas (RA-NTCs)
      Descrição: Neste trabalho, propomos o estudo dos mecanismos de adsorção de um novo material adsorvente capaz de extrair íons metálicos, obtido através da modificação química de nanotubos de carbono (CNT) com o emprego de agente oxidante ácido, seguido do revestimento com uma camada externa de albumina de soro bovino (BSA), resultando em nanotubos de carbono de acesso restrito revestidos com BSA (RACNT-BSA). Os materiais foram caracterizados por: análise termogravimétrica (TG/DTG) a fim de avaliar a estabilidade térmica, espectroscopia no infravermelho (IR) para confirmação dos grupos funcionais envolvidos nos processos oxidação dos CNT e recobrimento dos mesmos com BSA, análise elementar (CHN), microscopia eletrônica de varredura (MEV) para avaliar a morfologia e difração de raio-X. Para facilitar a compreensão dos mecanismos de interações entre os RACNT-BSA com BSA em solução e com íons metálicos, determinaram-se os pontos isoelétricos de todos os materiais. Para o estudo dos possíveis mecanismos de interação entre os RACNT-BSA e proteínas em solução, percolou-se soluções de BSA com concentração 3 μg. mL-1 em tampão fosfato com pH no intervalo de 2,2 a 7,0 nos RACNT-BSA. Dessa maneira, verificou-se uma relação entre o processo adsortivo nos RACNT-BSA e o pI (ponto isoelétrico) das proteínas, ou seja, propomos um mecanismo para o funcionamento dos RACNT-BSA dependente do pH da solução e das proteínas a serem percoladas. Quando uma solução de proteínas é percolada através de um cartucho de SPE contendo RACNT-BSA e o pH da solução é maior do que o ponto isoelétrico das proteínas, ambas as proteínas solubilizadas e a camada de BSA são ionizadas negativamente. Assim, uma repulsão eletrostática impede a interação entre as proteínas da amostra e a superfície do RACNT-BSA. Verificou-se que os íons metálicos podem ser adsorvidos nos RACNT-BSA, porém os processos adsortivos são afetados quanto a variação do pH da solução e a escolha do tampão adequado. Também se estudou a extração dos íons Fe das estruturas das proteínas da catalase. Quanto à aplicação para a catalase, verificamos que ao mesmo tempo em que não há adsorção desta proteína nos RACNT-BSA, os íons Fe, ligados covalentemente à ela, são atraídos e adsorvidos nos RACNT-BSA, sendo necessário, porém a desnaturação proteíca. Isto nos mostrou que o material RACNT-BSA se mostrou promissor para a formação de apoproteínas. Palavras-chave: mecanismo de adsorção. interações eletrostáticas. apoproteínas.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Coordenador / Eduardo Costa de Figueiredo - Integrante / Raphael Antônio Borges Gomes - Integrante. Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    9. 2014-2015. ESTUDO DA ADSORÇÃO DE IODO EM NANOTUBOS DE CARBONO DE ACESSO RESTRITO REVESTIDOS COM ALBUMINA BOVINA SÉRICA
      Descrição: O presente trabalho estuda a adsorção de iodo utilizando colunas empacotadas com nanotubos de carbono revestidos com albumina bovina sérica (RACNT-BSA). A princípio, a motivação para a realização do projeto é que há limitações para a quantificação do iodo presente no organismo humano por coleta de urina ou de sangue. Portanto, visa-se uma alternativa para a melhoria do desempenho de exames que envolvem monitoramento dos hormônios tiroidianos. O medicamento Puran T4, composto essencialmente por tiroxina, será solubilizado em ácido nítrico a fim de promover a ionização dos quatro iodos ligados à estrutura do hormônio. A solução será percolada em coluna de empacotamento contendo os RACNT-BSA, para que os iodos sejam adsorvidos no material da fase estacionária. Posteriormente, far-se-á uma análise da concentração de íons iodeto remanescentes que não foram adsorvidos na coluna, utilizando-se de técnicas analíticas baseadas em iodimetria e espectrofotometria, a fim de determinar a eficiência da adsorção por diferença de concentração. No processo iodimétrico, primeiramente realizar-se-á a oxidação dos íons iodeto com bismutato de sódio para convertê-los a iodo, que reagirá com tiossulfato de sódio na etapa de titulação. O agente oxidante utilizado será retirado da solução por filtração para que não interfira nos resultados da titulação.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (2) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Coordenador / Pedro Orival Luccas - Integrante / GUSTAVO SÉRGIO DOS SANTOS - Integrante / LUDMILA GUEDES ALMEIDA - Integrante. Número de produções C, T & A: 1
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    10. 2013-2014. Estudo da resposta analítica de um biossensor potenciométrico com enzima Polifenol oxidase extraída de Musa sp, para determinação de adrenalina em um fluxo sanguíneo artificial.
      Descrição: Para a construção de biossensores sensíveis à adrenalina pode se empregar extrato enzimático de banana (Musa sp.) que contém, por exemplo, a enzima polifenol oxidase a qual é capaz de oxidar compostos fenólicos. A determinação de adrenalina é de grande interesse na temática atual, devido ao seu efeito sistêmico e complexo no organismo, e tem sido fonte de estudos por vários pesquisadores, principalmente quanto à determinação desta catecolamina em amostras de interesse farmacêutico. Como há poucos relatos de estudos da utilização de biossensores em análises in vivo devido a baixas concentrações encontradas desta substância no sangue e a alta complexidade do mesmo, a aplicação de um biossensor para a determinação de adrenalina em sistema circulatório artificial irá proporcionar maior viabilidade para futura utilização em análises de sangue na clínica médica.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (1) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Coordenador / Natália Caroline Catani - Integrante. Número de produções C, T & A: 1
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    11. 2012-2013. Diferenciação protéica utilizando SDS-PAGE nos tecidos de cólon de camundongos sob indução cancerígena e diferentes dietas com Coffea arabica L.
      Descrição: Atualmente existe uma preocupação crescente nos possíveis efeitos do café com a saúde, sendo o consumo médio per capta dessa bebida de dois a três copos por dia, ou cerca de 5,0 kg de café torrado, por ano. Tal consumo está relacionado à prevenção de doenças, como o câncer, hipertensão, doenças cardiovasculares. O câncer colorretal é uma doença muito prevalente com altas taxas de mortalidade e suas causas ainda não estão bem compreendidas. As causas, geralmente, são sugeridas na literatura como problemas genéticos combinados com a baixa ingestão de fibras, proteínas, frutas e vegetais. Reconhecida a importância e a necessidade de estudos para se compreender melhor os efeitos do café para a saúde humana, objetiva-se avaliar as alterações protéicas nos tecidos de cólon em animais que foram sujeitos a diferentes dietas com café. As alterações proteicas e, possivelmente, metabólicas talvez sejam provocadas pela ingestão de café obtido do manejo convencional, na forma de infusos. Portanto, este projeto busca elucidar quais são as proteínas presentes nas amostras (cólons de camundongos) que participam nos eventos metabólicos e, possivelmente, relacioná-los com as condições das dietas administradas. Este projeto contará com a colaboração da Profa. Dra. Luciana Azevedo, do Instituto de Ciências Biológicas, Faculdade de Nutrição, Unifal-MG, com o fornecimento das amostras de tecidos de cólon, as quais foram extraídas de camundongos sob diferentes condições de alimentação, com ou sem a administração de droga cancerígena (1,2-dimetilhidrazina, DMH). Após o preparo adequado das amostras, as proteínas serão separadas utilizando-se a técnica de SDS-PAGE. Far-se-á a avaliação dos possíveis perfis protéicos distintos dos tecidos de cólon, a identificação de proteínas separadas, correlacionando-as com bancos de dados e informações disponíveis na literatura e com os processos metabólicos relacionados à proteção e ao câncer.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (2) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Coordenador / Luciana Azevedo - Integrante / Nelson Gustavo Alves Pereira - Integrante / Lívia Cecília dos Passos Araújo - Integrante. Número de produções C, T & A: 1
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    12. 2011-2013. Investigação (metalo)proteica por eletroforese em gel de poliacrilamida (SDS-PAGE) em tecidos de fígado de ratos sob diferentes condições de alimentação com Coffea arabica L.
      Descrição: Estudos e pesquisas, desenvolvidos por vários países do mundo, apontam evidências dos benefícios do café. Dentre esses benefícios estaria a ação anticancerígena. Este projeto tem como principal objetivo a investigação (metalo)proteica por eletroforese em gel de poliacrilamida (SDS-PAGE) em tecidos de fígado de ratos sob diferentes condições de alimentação com Coffea arabica L. e administração de drogas cancerígenas (DMH). As amostras (tecidos de fígados) serão fornecidas pela Profa. Dra. Luciana Azevedo, do Departamento de Nutrição, Instituto de Ciências Biológicas, da Unifal-MG, as quais já foram adequadamente extraídas e armazenadas a -80 oC. Para se alcançar o objetivo principal serão desenvolvidos e otimizados vários procedimentos e protocolos analíticos de preparo de amostras, separações e determinações de metais presentes nas metaloproteínas, visando sempre a formação de novos recursos humanos e o desenvolvimento da pesquisa no nosso grupo.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (3) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Coordenador / Luciana Azevedo - Integrante / Jéssica Emi Takarada - Integrante / Nathália Carvalho Costa - Integrante / Felipe Lopes de Andrade - Integrante. Número de produções C, T & A: 1
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    13. 2010-2012. Impactos da Contaminação por Íons metálicos no desenvolvimento da Microalga (Lingulodinium polyedrum): Avaliação da Alteração em nível Protéico e Metalômico
      Descrição: O principal objetivo deste projeto é monitorar as alterações no proteoma e metaloma de microalga da espécie Lingulodinium polyedrum desenvolvida em meio contaminado com íons metálicos. Para isso, será feita uma análise comparativa entre o perfil protéico das microalgas para estudar a influência desta contaminação no desenvolvimento e crescimento das microalgas, bem como na composição das proteínas e metaloproteínas. A partir dos resultados obtidos busca-se viabilizar o emprego das microalgas no processo de descontaminação de águas de maneira efetiva, além de avaliar os efeitos desta ação no desenvolvimento das mesmas. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (2) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Integrante / Jerusa Simone Garcia - Coordenador. Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    14. 2010-2011. Aplicação de biossensores potenciométricos, construídos a partir de extrato enzimático de Musa sp., para determinação de adrenalina em amostras biológicas, in vivo e de interesse farmacêutico
      Descrição: Para a construção de biossensores sensíveis à adrenalina pode se empregar extrato enzimático de banana (Musa spp.) que contém a enzima polifenol oxidase. A determinação de adrenalina é de grande interesse na temática atual, devido ao seu efeito sistêmico e complexo no organismo. A aplicação do biossensor para a determinação de adrenalina em tempo real e in loco proporciona maior viabilidade para a sua utilização em análises na clínica médica. Foram realizadas medidas potenciométricas para determinação de adrenalina em amostras biológicas (sangue) e amostras de medicamentos. Testes in vivo, onde os eletrodos foram inseridos na veia jugular de cães, apresentaram resultados promissores.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (2) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Coordenador / Pedro Orival Luccas - Integrante / Célio Wisniewski - Integrante / Maria Cristina Costa Resck - Integrante / Thiago P. Anacleto - Integrante. Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Bolsa. Número de produções C, T & A: 1
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    15. 2009-2011. Avaliação de metais e efeitos toxicológicos in vivo de Coffea arabica L. obtido dos cultivos Orgânico e Convencional
      Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Integrante / Luciana Azevedo - Coordenador. Número de produções C, T & A: 2
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    16. 2008-2010. Screening metaloproteico de Coffea arabica L. in natura de manejo orgânico e convencional por SDS-PAGE e ETAAS
      Descrição: O cafeeiro é uma planta importante para matriz econômica brasileira e mundial além de ser fonte inesgotável de investigações analíticas. Amostras de folhas de cafeeiro e frutos de café (Coffea arabica L.), de manejo orgânico e convencional, foram colhidas, limpas e armazenadas em sacos plásticos herméticos, sendo posteriormente congeladas para procedimentos seguintes. Processaram-se as amostras em casca, folha, grão e polpa. Obtiveram-se extratos proteicos por maceração, manual ou com nitrogênio líquido, em solução tampão extratora apropriada. As proteínas totais dos extratos foram quantificadas pelo Método de Bradford e pelo método de referência de Kjeldahl. O extrato proteico preparado com tampão dissociante foi aplicado em gel de poliacrilamida desnaturante (SDS-PAGE) e submetido à eletroforese unidimensional. Após o tempo de corrida, os geis foram removidos da moldura, lavados, fixados e corados com o corante azul brilhante de Coomassie para detecção das proteínas totais por comparação com um padrão de proteínas e análises de densidade óptica das bandas obtidas. Os geis já corados foram comparados com demais trabalhos citados em literatura para caracterização das bandas visualizadas não somente pela distinção de distribuição de bandas, mas também por nível de densidade óptica e quantidade de proteína por banda. Estas foram recortadas, pesadas e secas. Em seguida, aplicou-se uma digestão ácida assistida por micro-ondas, a partir do qual, o digerido foi levado a quase secura, filtrado e resuspenso para determinação de cobre, ferro e manganês em absorção atômica com atomização eletrotérmica (ETAAS) permitindo assim diferenciar os manejos, orgânico e convencional de café, tanto pelo perfil eletroforético das proteínas da casca, da folha, do grão e da polpa, bem como pelo teor de metais encontrados nas bandas proteicas.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (2) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Coordenador / Flávio Pereira Picheli - Integrante / Jéssica Emi Takarada - Integrante. Número de produções C, T & A: 1
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    17. 2008-2009. Estudo de procedimentos de extração de enzimas a partir de extrato bruto de Musa spp. para construção de biossensor sensível à adrenalina
      Descrição: Para a construção de biossensores pode se empregar extrato bruto enzimático de certos materiais biológicos que contenham, por exemplo, a enzima polifenol oxidase a qual é capaz de oxidar compostos fenólicos, como a adrenalina. Com o intuito de melhorar o desempenho do biossensor em termos de seletividade, sensibilidade e estabilidade foram avaliados diferentes métodos de extração de enzimas do extrato bruto de banana (Musa spp.), como trituração em liquidificador, maceração, sonicação e extração assistida a radiação microondas, assim como método de purificação enzimática. Os extratos enzimáticos utilizados para a construção dos biossensores para a determinação de adrenalina foram aqueles que apresentaram a melhor atividade enzimática, ou seja, com os extratos purificados extraídos por trituração em liquidificador, maceração e sonicação por 30 e 60 segundos. Desta forma, os resultados obtidos poderão ser mais eficientes que outros métodos já testados, proporcionando maior viabilidade para a utilização do biossensor em análises de rotina na indústria farmacêutica.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (1) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Integrante / Pedro Orival Luccas - Coordenador / Solange Carvalho da Silva - Integrante. Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa. Número de produções C, T & A: 2
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    18. 2005-2007. Avaliação de metaloproteínas usando fluorescência de raios-X, espectrometria de massas e espectrometria atômica após separação por eletroforese em gel
      Descrição: Emprego de diferentes estratégies analíticas para o mapeamento de proteínas e quantificação de íons metálicos presentes nas proteínas. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Integrante / Marco Aurélio Zezzi Arruda - Coordenador / Jerusa Simone Garcia - Integrante / Alessandra Sussulini - Integrante. Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    19. 2005-2007. Metalômica quali e quantitativa de girassol e soja
      Descrição: Este projeto possui como tema principal a metalômica quali e quantitativa de duas espécies (Helianthus annuus L. - girassol e Glycine max - soja). Para tanto, as proteínas serão extraídas dos materiais de partida (folhas de girassol e sementes de soja) e separadas por meio de eletroforese em gel (2D PAGE). As proteínas serão também caracterizadas por meio da espectrometria de massa (MALDI-TOF-MS) e os possíveis íons metálicos presentes nas amostras, mapeados com a técnica de fluorescência de raios-X com radiação síncrotron. Finalmente, as bandas contendo os metais serão decompostas para a extração dos metais, sendo os mesmos quantificados por espectrometria atômica. Diversos parâmetros serão averiguados concernentes aos da separação por eletroforese, bem como ao preparo das amostras de géis, que conterão as metaloproteínas de interesse. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Integrante / Marco Aurélio Zezzi Arruda - Coordenador / Jerusa Simone Garcia - Integrante / Alessandra Sussulini - Integrante. Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    20. 2003-2007. Análise Química de Fármacos
      Descrição: Emprego de diferentes estratégies analíticas no preparo de amostras para análise de fármacos. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Integrante / Pedro Orival Luccas - Integrante / Eduardo Costa de Figueiredo - Integrante / Marco Aurélio Zezzi Arruda - Coordenador / Fabio Augusto - Integrante / Lauro Tatsuo Kubota - Integrante. Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.
    21. 2003-2005. Mapeamento e quantificaçãode íons metálicos ligados a proteínas empregando radiação síncrotron e espectrometria atômica após separação por eletroforese em gel
      Descrição: Este projeto possui como tema principal o mapeamento de íons metálicos ligados a proteínas de material biológico (calos de Citrus), bem como a quantificação desses metais e a identificação das respectivas proteínas. Diversas estratégias analíticas serão empregadas neste contexto: espectrometria de absorção atômica (TS-FF-AAS ou ETAAS para a quantificação) e fluorescência de raios-X com radiação síncrotron - SRXRF (como técnica não-invasiva para o mapeamento dos metais). A separação das proteínas será baseada na eletroforese em gel (SDS PAGE), e a decomposição dos géis de poliacrilamida será realizada com emprego de mini-frascos e radiação microondas. Será também avaliada a extração de metais com energia ultra-sônica. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) . Integrantes: Cristiana Schmidt de Magalhães - Integrante / Marco Aurélio Zezzi Arruda - Coordenador / Jerusa Simone Garcia - Integrante / Alessandra Sussulini - Integrante. Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.

Prêmios e títulos

  • Total de prêmios e títulos (1)
    1. Melhor trabalho da área de Ciências Biológicas na III Jornada Científica da Unifal-MG, Universidade Federal de Alfenas.. 2010.
      Membro: Cristiana Schmidt de Magalhães.

Participação em eventos

  • Total de participação em eventos (1)
    1. 2o. Encontro Brasileiro sobre Especiação Química.Screening metaloproteico de Coffea arabica L. in natura de manejos orgânico e convencional por SDS-PAGE e ET AAS. 2010. (Encontro).

Organização de eventos

  • Total de organização de eventos (0)

    Lista de colaborações

    • Colaborações endôgenas (1)
      • Cristiana Schmidt de Magalhães ⇔ Célio Wisniewski (5.0)
        1. DE MELO, RÔMULO R.R. ; COELHO, PAULA N. ; DOS SANTOS-WISNIEWSKI, MARIA J. ; Wisniewski, Célio ; MAGALHÃES, CRISTIANA S.. Morphological abnormalities in cladocerans related to eutrophication of a tropical reservoir. Journal of Limnology (Online). v. 76, p. 94-102, 2016. Qualis: Não identificado (JOURNAL OF LIMNOLOGY)
        2. SILVA, SOLANGE CARVALHO DA ; Wisniewski, Célio ; Luccas, Pedro Orival ; Magalhães, Cristiana Schmidt de. Enzyme from Banana (Musa sp.) Extraction Procedures for Sensitive Adrenaline Biosensor Construction. American Journal of Analytical Chemistry. v. 04, p. 293-300, 2013. Qualis: Não identificado (AMERICAN JOURNAL OF ANALYTICAL CHEMISTRY)
        3. VIEIRA, A. L. N. ; LOPES, I. M. F. ; BRONDI, A. M. ; MAGALHÃES, C. S. ; WISNIEWSKI, C. ; MAGALHÃES, C. S. ; LUCCAS, P. O.. Direct Introduction of Milk Sample in FIA System for Phosphorous Determination. Journal of Flow Injection Analysis. v. 28, p. 13-15, 2011.Qualis: Não identificado (JOURNAL OF FLOW INJECTION ANALYSIS)
        4. Mataveli, Lidiane Raquel Verola ; Antunes, Natalícia de Jesus ; Brigagão, Maisa Ribeiro Pereira Lima ; Magalhães, Cristiana Schmidt de ; Wisniewski, Célio ; Luccas, Pedro Orival. Evaluation of a simple and low cost potentiometric biosensor for pharmaceutical and in vivo adrenaline determination. Biosensors & Bioelectronics. v. 26, p. 798-802, 2010. Qualis: A1
        5. FIGUEIREDO, E. C. ; de Souza, Leandro Ruela ; MAGALHÃES, C. S. ; WISNIEWSKI, C. ; LUCCAS, P. O. ; LUCCAS, P. O.. A home-made autosampler/injector commutator for flow injection analysis. Journal of Automated Methods & Management in Chemistry (Print). v. 2006, p. 1-4, 2006. Qualis: Não identificado (JOURNAL OF AUTOMATED METHODS & MANAGEMENT IN CHEMISTRY)




    (*) Relatório criado com produções desde 1914 até 2114
    Data de processamento: 16/05/2024 15:13:08